Bem Vindo ao Notícias Virtuais - 15 de Novembro de 2018 - São 16:03Horas

Política

Donos de 6 números que compartilharam vídeo contra Mauro serão identificados

APÓCRIFOS | 02/09/2018 18h 50min

O juiz Mário Roberto Kono de Oliveira, do Tribunal Regional Eleitoral, determinou que a operadora Claro forneça as identificações de 6 números telefônicos que estariam compartilhando links de um vídeo apócrifo contra o candidato ao Governo do Estado, Mauro Mendes (DEM).  A decisão foi proferida na última terça (28) e publicada nesta sexta (31).

O ex-prefeito de Cuiabá entrou com pedido no TRE para que a Justiça quebrasse o sigilo telefônico dos 6 terminais que, segundo ele, estariam divulgando mensagens de texto anônimas com links de um vídeo no qual ele é difamado.

Entre os números apontados por Mauro há um que possui DDD correspondente ao interior do Estado (66), quatro de Goiânia (62) e um de Natal (84).

Segundo a defesa de Mauro, a suspeita é de que as mensagens sejam enviadas por meio de bots – robôs – utilizados para disseminar fake news. Ainda conforme o advogado do ex-prefeito, estariam sendo utilizados provedores estrangeiros para a prática, além do uso ilegal de cadastros de pessoas.

Em sua decisão, o juiz Mário Roberto Kono de Oliveira pontuou que, ao analisar os documentos apresentados pela defesa de Mauro, “é possível deslumbrar indícios de publicidade negativa visando atingir a honra e imagem do candidato”.

Desta forma, em razão da ausência de identificações referentes aos donos dos números que compartilharam as mensagens de texto, o magistrado acolheu pedido da defesa do ex-prefeito e determinou que a sede da Claro, em São Paulo, seja notificada para que forneça as identificações dos responsáveis pelos seis terminais telefônicos.
 

Fonte:   Rd News