Bem Vindo ao Notícias Virtuais - 15 de Novembro de 2018 - São 16:16Horas

Geral

Alan relata caixa 2 de Taques com posto investigado por esquema na Gestão Silval

TAQUES NA MIRA | 24/10/2018 09h 36min

Em depoimento ao Ministério Público Federal (MPF), o empresário Alan Malouf afirma que a campanha do governador Pedro Taques (PSDB), em 2014, deixou uma dívida não declarada com fornecedor de combustível que seria quitada por meio de caixa 2. O governador nega qualquer tipo de irregularidade.

Alan não soube precisar o valor que deveria ser pago a rede de combustível Marmeleiro Auto Posto Ltda., no entanto, disse que um dos tesoureiros da campanha de Taques, Júlio Modesto, também ex-secretário, saberia dizer sobre o valor. As declarações foram feitas no acordo de colaboração premiada (delação) do empresário homologado em abril deste ano. Alan já foi condenado a 11 anos de prisão na Operação Rêmora,  que revelou esquema de corrupção dentro da Seduc.

O delator disse que o valor não foi pago, mas alertou que em 2015 o Governo fez um contrato, com dispensa de licitação, por R$ 41 milhões com a mesma empresa. À época, o Governo justificou que o contrato se deu em razão de não ter sido concluído o novo processo licitatório referente à prestação do serviço de combustível. No mesmo ano, o Executivo realizou licitação para fornecimento de combustível e a empresa vencedora foi Ticket Serviços SA. O contrato foi de R$ 142 milhões.

A Marmeleiro também foi responsável por abastecer a frota do Poder Executivo na gestão do ex-governador Silval Barbosa. A empresa foi alvo da Operação Sodoma 5, deflagrada em fevereiro do ano passado, sob suspeita de participar de licitações fraudadas e em troca pagar propina a agentes públicos.

Delação

Em sua delação, Alan cita outros 19 eventos delitivos envolvendo além de Taques, o deputado federal Nilson Leitão (PSDB) e outras lideranças políticas. Homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em abril deste ano, teve o sigilo retirado pelo ministro Marco Aurélio Mello na última sexta (19).

Fonte:   Rd News