Bem Vindo ao Notícias Virtuais - 19 de Abril de 2019 - São 13:02Horas

Estado

Deputados do PSD anunciam para Taques permanência na base aliada e 'isolam' Fávaro

Politica | 22/03/2018 21h 37min

A certeza de que entre um dia e outro, existe uma noite no meio, reflete bem a situação do PSD de Mato Grosso. Após horas de reunião na noite anterior (21) com o vice-governador Carlos Fávaro, os deputados estaduais se reuniram com o governador José Pedro Taques (PSDB), na manhã desta quinta-feira (22), no Palácio Paiaguás, para reforçar a promessa de lealdade e continuar na bancada de sustentação.
 
Os deputados estaduais Gilmar Fabris, Pedro Satélite, Wagner Ramos e Nininho Ondanir Bortolini se reuniram com Pedro Taques, no Palácio Paiaguás e fizeram "juras de amor". A única ausência foi do deputado José Domingos Fraga Filho, por “motivo de força maior”. Também participaram do encontro os secretários Wilson Santos, de Estado das Cidades (Secid), e Max Russi, chefe da Casa civil, que também são deputados.
 
“Os deputados são da base governista. E, lógico, vão votar com o governo, aliás, como vêm fazendo. Eu não estive nessa reunião com o governador Taques e isso ficou bem claro”, afirmou o líder do PSD na Assembleia, deputado Gilmar Fabris, para a reportagem do Olhar Direto.
 
Fabris revelou que a reunião da noite anterior não deliberou sobre o enquadramento dos parlamentares. “Ninguém sai do governo. O partido não decidiu isso. Para deixar o governo tinha que entregar os cargos. Os quatro deputados estaduais continuam na base do governo, assim como os prefeitos que nos acompanham”, argumentou Fabris.
 
Os quatro deputados do PSD decidiram não obedecer Carlos Fávaro. “Eles se reuniram com Taques para reafirmarem o apoio parlamentar à administração. Eu estava lá na reunião. Só não foi à reunião com o governador o deputado José Domingos Fraga, por motivos particulares de última hora. Mas conversaram com o governador e comunicaram que vão continuar na sua base de apoio na Assembleia Legislativa. E mais: dos 27 prefeitos que estão com eles, 21 já se manifestaram a favor da reeleição de Taques”, observou Wilson Santos.
 
A reportagem do Olhar Direto apurou que Zé Domingos Fraga não compareceu por ser irmão do presidente da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, principal defensor do rompimento do PSD com o governo Taques. Zé Domingos não deve ser candidato à reeleição, enquanto Neurilan pretende brigar por uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Fonte:   Olhar direto - Ronaldo Pacheco